top of page
WhatsApp Image 2023-09-09 at 18_edited.j

A adolescência não é brincadeira!

Pois não, pode ser bastante desafiante quer para os pais quer para os filhos.

Mas não se preocupe, esta página foi feita a pensar em pais/mães como você, que se preocupam pelo equilíbrio emocional e mental dos seus filhos e entendem o bem que os florais podem fazer pelas crianças que amam.

 

Escolher florais é relativamente fácil. Basta seguir o passo a passo que proponho abaixo. Sigua com atenção.

1. Não "passeie" pela lista de florais abaixo sem ter primeiro parado para sentir e para esclarecer muito bem qual é a questão que quer trabalhar.  Comece "da criança para a lista" e não o contrário. Acredite, olhar para os florais como se fossem um menu vai  trazer confusão e tornar a escolha mais difícil e imprecisa. 

2. Escolha uma questão que gostaria de trabalhar, de equilibrar. Mas tenha também em conta o que é normal e apropriado (mesmo que incómodo) na etapa de desenvolvimento do seu filho... às vezes,  somos nós quem precisa de florais, para lidar com eles, enquanto eles passam por todas essas etapas naturais e desafiantes!

 Não queira escolher tudo de uma vez só. Da próxima foca-se noutro tema. Não tente misturar muitas questões num só frasco de tratamento. 

3. Tenha consigo papel e caneta, ou como tomar apontamentos.

4. Leia as descrições dos 38 florais de Bach abaixo. Foque-se em encontrar aquelas que melhor descrevem a sua situação, as suas emoções ou reações.

5. Selecione até 7 florais, no máximo. Anote a tua seleção.

 É possível que sinta vontade de selecionar muitos mais florais! Para ajudar a filtrar a sua escolha, foque-se no aqui e agora; e não caia na tentação de escolher algo que pensa que talvez falte ao seu filhote  - "Uma pitadinha disto fazia-lhe mesmo bem" - porque não vai funcionar!

6. Quando tiver terminado a sua seleção carregue no botão "Encomendar Preparado Personalizado", que a conduzirá para um formulário de compra onde deve introduzir os florais selecionados e os dados de compra.

7. Para receber uma pequena revisão gratuita da sua seleção, deves escrever (no formulário de compra) diante de cada floral escolhido a razão da escolha. 

Use a forma abaixo exemplificada, na qual coloca à frente do nome do floral as palavras "para" ou "porque" e descreve brevemente a razão:

 Aspen para a ansiedade.

 Mustard porque me sinto triste.

 

Descrições que não cumpram esta regra estão sujeitas a não receber revisão gratuita.

 

florais para adolescentes

As descrições florais abaixo, foram adaptadas de modo a focarem as necessidades e desafios emocionais da criança em idade escolar, sobretudo focando-se nas dificuldades mentais, emocionais e comportamentais que andar na Escola pode, direta ou indiretamente, desencadear. Não obstante, nelas encontrará aspetos mentais, emocionais e comportamentais também aptos para crianças de outras idades e em outras situações.

NÃO É NECESSÁRIO QUE A CRIANÇA "CAIBA" EM TODAS AS CARACTERÍSTICAS DA DESCRIÇÃO DE UM FLORAL PARA QUE ESTE SEJA ADEQUADO PARA ELA.  

FAÇA A SEGUINTE PERGUNTA HONESTA ANTES DE ESCOLHER UM FLORAL: «Esta característica está exacerbada ou é normal à  idade/estágio de desenvolvimento da criança em questão? », «Serei eu que preciso me munir de ferramentas para lidar com ela porque é uma dificuldade minha?», mas sobretudo «Ele ou ela está realmente a sofrer?»

Mimulus

Para o adolescente que sente medos e que consegue identificá-los claramente

Medo de errar os exercícios, de ter má nota nos testes, de não entender, medo da professora, dos colegas, de não ser aceite, de comer demais, de se magoar física ou mentalmente, medo de castigos ou represálias, etc.

Para adolescentes tímidos, introvertidas, com dificuldades em socializar (ver também Water Violet) ou com tendência a observar mais do que a interagir ou intervir.

Nervosismo. Falta de coragem.

Aspen

Para quando os receios do jovem são medos vagos e imprecisos e não os consegue explicar racionalmente.

O adolescente teme algo de desconhecido e é tomado por uma apreensão difícil de explicar, como um pressentimento, uma inquietude incómoda, um desassossego

Para adolescentes que sofrem de ansiedade, preocupando-se com cenários hipotéticos e  futuros.

Rock Rose

Para quando o adolescente se vê arrebatado por um medo muito intenso, tão extremo, que pode levá-lo ao limite de sentir pânico ou ao terror. 

Pesadelos recorrentes.

Fobias e medos paralisantes.

Red Chestnut​

Se houver uma preocupação excessiva e até despropositada em relação àqueles que ama:  mãe, pai, avós, irmãos...

Se o adolescente temer, por exemplo, pela morte de um familiar sem motivos para isso.

Cherry Plum

Para esta fase em que as suas emoções, pensamentos e comportamentos estão mais exaltadas e o adolescente tende a perder o controlo. Descontrolo físico, como seja a compulsão alimentar, a automutilação, os tics nervosos, o TOC, o TDAH, descontrolo hormonal, etc.

Quando a voz dentro da cabeça lhe dita que faça algo que ele reconhece como perigoso ou capaz de produzir um dano irreparável, contudo não consegue calar essa voz ou sentir-se seguro, dominado e fora da zona de risco - como é o caso dos pensamentos suicidas.

Clematis

Se o jovem tiver uma personalidade lânguida, calma, sonhadora, criativa, ausente, "aluada" e "cabeça no ar", que imagina coisas incríveis mas tem pouca capacidade de concretização - o que naturalmente o frustra.

Quando a imaginação é o escape preferencial e, pela  retirada do presente que representa (devido a um claro desinteresse nele, frente ao futuro, ao imaginário, ao projeto idealizado), o pode prejudicar. 

Se houver falta de interesse pelo que acontece no presente, desconcentração, distração, falta de foco, dificuldade em persistir e estruturar ações concretas para levar ideias para a prática

Heather

Adolescentes muito tagarelas, cujas interações parecem ser absorventes, desequilibradas, egocentradas e unilaterais, acabando por afugentar os outros e fazendo com que estes se desconectem das conversas, o que leva a que  se sintam isoladas dos outros e sós. Solidão.

Também pode ser útil em momentos em que, após um acontecimento marcante, seu discurso e o pensamento (White Chestnut) se torna obsessivo, detalhista e repetitivo.

Adolescentes auto centrados e obsecados consigo próprios.

Na escola, o seu carácter falador pode perturbar não só o seu desempenho, como o dos demais.

Impatiens

Para jovens impacientes ou a viver fases de impaciência.

Quando o ritmo mais lentos dos outros lhes parece incomportável e preferem fazer tudo sozinhos para não terem que se sujeitar.

Comportamentos associados à impaciência podem beneficiar deste floral em conjunto com aqueles que tipicamente se recomendam para esses comportamentos e emoções. Como por exemplo, descontrolo (Cherry Plum), irritabilidade (Beech) ou exigências (Vine).

Water Violet

Adolescentes solitários, que se sentem muito cómodos na sua pele, na sua forma autêntica e reservada de ser, que adoram estar "na sua" mas que por vezes sofrem de desconexão com os outros, sentem dificuldade em interagir e socializar, o que desemboca num desagradável sentimento de solidão

Quando existe a sensação de não pertencer, de não encaixar ou não conseguir chegar aos outros. Inadequação, sensação de separação ou isolamento, alienação.

Hornbeam​

Se o jovem tiver a tendência a resistir-se e a adiar muito as rotinas e tarefas que lhe parecem desinteressantes (arrumar o quarto, estudar, ajudar em casa, levantar-se de manhã, etc.) mostrando-se "cansado só de pensar". Cansaço esse que logo passa se outra atividade mais apelativa se apresenta!

Procrastinação.

 

Gentian

Se, por tendência de personalidade ou devido a um acontecimento que o debilitou, a adolescente se tornar pouco resistente à menor adversidade, desanimando, baixando os braços quando contrariado pela vida ou por alguém.

Tendência a desanimar, a desistir facilmente e a achar tudo potencialmente difícil ou impossível.

Tendência ao pessimismo, ao cinismo, à crítica e racionalização excessiva para evitar se desiludir.

Gorse

Para o adolescente que sofre de descrença absoluta, se sente desiludido com algum aspeto da vida, acreditando nalguma limitação intransponível e que já não tem a menor esperança ou fé. Tendo desistido de lutar, descarta completamente a possibilidade de que algo possa mudar ou possa ser feito para o ajudar. Depressão. 

Honeysuckle

Viver com a cabeça no passado, na nostalgia de tempos melhores ou sequestro de acontecimentos terríveis.

Quando recordações e pensamentos do passado, tornam difícil existir ou ter interesse pelo presente, roubam o adolescente para outros tempos que viveu, melhores ou piores, e sequestra a sua força de vida e energia de ação.

Este comportamento pode estar ligada a eventos chocantes ou traumáticos que viveram. Na tentativa de os integrar, acabam presos neles e longe do presente. (Star of Bethlehem)

Também pode ser interessante juntá-lo com White Chestnut, se a cabeça não parar; Gentian, se o presente produzir desânimo; Mustard, se a tristeza estiver instalada; Walnut, se estiver a faltara capacidade de se adaptar a novas condições do presente; Sweet Chestnut, se existir angústia ou depressão; Pine, se o remorso o mantiver preso ao passado; Willow, se for o ressentimento ou o rancor que o mantém refém, etc.

Chestnut Bud

Para o adolescente que demonstra ter ou sente dificuldades de aprendizagem ou desatenção; que comete os mesmos erros ou se encontra repetidamente na mesma situação e não aprende com a experiência por não estar atento ou totalmente presente. 

Este floral oferece o entendimento que permite romper com a reação em cadeia que leva ao erro repetido, ao oferecer a atenção e o entendimento necessários para aprender, seja dos livros da escola seja das experiências da vida.

White Chestnut

Se houver no jovem, uma preocupação ou episódio que ela repete e rumina dentro da sua cabeça, como um disco riscado, sem conseguir parar.

Insónias por preocupação e mente hiperativa.

Insónias por preocupação e mente hiperativa.

Se for o caso, considere também Impatiens (se houver impaciência), Vervain (caso o adolescente seja intenso), Mimulus (se o medo estiver na origem do descontrole mental), Aspen (se houver ansiedade), Red Chestnut (se se tratar de uma preocupação por alguém que ama), Cherry Plum (se a situação estiver descontrolada), Agrimony ( se estiver a acontecer de forma escondida, ou desembocar em sintomas físicos ou vícios), Holly (se a raiva alimentar o pensamento), Willow (se for um ressentimento), Crab Apple (em caso de TOC), Sweet Chestnut (havendo angústia), Pine (se a culpa o corroer), Elm (se o adolescente se sentir abrumado), Star of Bethlehem (se houver um trauma na raiz da inquietação), etc.

Wild Rose

Para quando o adolescente se mostra passivo e excessivamente maleável, como se inerte. Não revela interesse pelas suas circunstâncias, está apagado,  apático ou sem reação. Ausência de preferência ou emoção (resignação), aceitou a sua sorte e não pretende sair do "tanto faz"

Se houver uma atitude de aceitação resignada à escola ou a algum aspeto da sua vida como estratégia para desconectar e não sentir o seu profundo desagrado.

Mustard

Tristeza, com ou sem motivos.

Quando o jovem carrega uma sensação de melancolia ou depressão ligeira, sem razão aparente ou justificadamente.

Quando uma "nuvem negra" se abate sobre ele, deixando-o temporariamente triste.

Olive

Se o adolescente apresentar cansaço físico, mental ou emocional ou até para a convalescença - a recuperação de um estado de doença.

Esgotamento após fazer noitadas estudando para um exame. 

Scleranthus

Se a indecisão momentânea ou como traço de carácter, estiver presente no adolescente.

Se a hesitação constante entre opções lhe complicar a vida e escolher for uma tarefa angustiosa e frustrante.

O adolescente sente dificuldade em tomar todo o tipo de decisões, desde as mais irrelevantes como que roupa usar, até às mais profundas, como a sua orientação sexual. Em todos os casos, a confusão gera-se devido a dois fatores: a capacidade de ponderar sobre os prós e os contras que cada assunto, vendo cada ângulo de vantagens e desvantagem numa escolha e na oposto; e a imatura dificuldade de aceitar que ao optar por uma coisa, a outra possibilidade, de algum modo, "morre".

Wild Oat

Quando a ambição e o desejo de fazer algo interessante e que valha a pena está lá, mas a clareza sobre o que fazer exatamente não existe ainda e a atenção do adolescente se encontra dispersa, aliciada por muitas hipóteses.

Com a agravante de suceder frequentemente a pessoas muito curiosas, criativas, multifacetadas e inteligentes, àvidas de experimentar e testar as suas capacidades, que ainda por cima se mostram competentes em tudo o que experimentam, mas não conseguem satisfazer-se com nada.

Muito comum na adolescência, quando o jovem se vê confrontado com a necessidade de escolher um caminho académico mais preciso, ou seja escolher entre várias coisas que não conhce bem mas o atraem. 

Se trabalha ou se estuda, e em que trabalha? Se faz curso A ou curso B? Na sua cidade ou noutra?

Este floral vai ajudar a dissipar a neblina mental e a conceber uma ideia clara.

Cerato

Adolescentes muito influenciáveis que tende a menosprezar a sua própria opinião, desejo ou convicção profunda em prol de receber dos outros apoio, aprovação, aceitação  que tranquilizem a sua insegurança e a sua falta de certeza no valor da sua existência, do seu contributo e da sua personalidade.

Nesse sentido, tendem a pedir conselhos aos outros, desviando-se daquilo que no fundo sabem que querem (o seu palpite inicial e normalmente o mais acertado) e acabando por tomar decisões influenciadas, frustrantes, e insatisfatórias. Ou até mesmo perigosas, como o consumo de drogas ou comportamentos delinquentes. Delegam o seu discernimento, e preferem seguir um modelo, fazer parte de um grupo, deixar-se mandar, em vez de decidir, opinar ou impor a sua visão por falta de confiança, por não acreditar em si.

Star of Bethlehem

Para quando o adolesente sofreu recentemente ou carrega um trauma antigo, que ainda o perturba, independentemente da forma como o faz ou da frequência com que a atormenta.

O choque ou trauma vivido ainda alteram o seu equilíbrio mental, emocional ou físico e influenciam o seu dia-a-dia.

Willow

Para quando o adolescente se vê engolido pelo ressentimento ou rancor, considerando-se vítima de situações que o superam e sobre as quais crê não deter nenhum poder ou responsabilidade.

Se ele se sentir renegado, vitimizado, posto de parte ou com dificuldade em perdoar.

Elm

Para quando um adolescente confiante e capaz se sente subitamente sobrecarregado e inseguro, quanto à sua capacidade de levar a cabo uma determinada tarefa, que normalmente desempenharia perfeitamente bem.

Trata-se de uma insegurança temporária e repentina, por sensação de excesso de dificuldade, como se fosse um curto circuito na noção de capacidade.

Por exemplo, ele estudou muito e sabe a matéria, mas sente-se temporariamente assoberbado e bloqueado pela sensação de não conseguir ter um bom desempenho no exame.

Restitui a capacidade de manobrar sob pressão.

Pine

Quando o adolescente tende a achar que é culpada de tudo, pedindo desculpas em todas as ocasiões, mesmo não tendo responsabilidade por aquilo de que se culpabiliza.

Ou quando é afligido pelo nervosismo de se achar culpada de algo, com ou sem razão.

Fragilidade emocional "vestida" de complexos de culpa, de dolorosa responsabilidade pelo erro seu ou alheio; remorsos.

Pode refletir-se ainda numa tendência a achar sempre que fez "mal", que não deu o seu melhor ou não foi bom o suficiente.

Sweet Chestnut

Para os raros momentos em que as crianças são tomadas por um sentimento de angústia, desespero ou depressão. Por exemplo, após a morte do seu cãozinho ou mesmo de um familiar ou amigo. Também útil durante as crises que acompanham a adolescência.

Muito útil na adolescência, onde a angústia, desespero ou depressão abundam. 

profunda infelicidade

Nas situações em que o adolescente se sente preso, impotente, abandonado e sem saída, face à sua condição, situação ou contexto, não vendo luz ao fundo do túnel.

Na presença deste sentimento, considere ainda: se acompanhado de pensamento suicidas (Cherry Plum), se disfarçado debaixo de um sorriso falso (Agrimony), se cheio de medo (Rock Rose), se na presença de trauma (Star of Bethlehem), se a dor for atiçada pela sua intensidade natural (Vervain), se a obsessão com o corpo e a perfeição estiver presente (Crab Apple), etc.

Larch

Para quando a criança carrega uma tal falta de confiança no que diz respeito às suas competências que, devido a essa insegurança, prefere nem sequer começar aquilo que crê de antemão que falhará. Ainda que normalmente tenha a capacidade (ou a destreza para a desenvolver), mas não consegue acreditar.

Para aqueles que precisam de cultivar alento, ânimo e confiança nas suas capacidades.

Problemas de auto-estima.

Pode ser interessante juntar este floral com Mimulus, se houver falta de coragem; com Pine se os complexos de culpa o aatormentam; com Cerato se isso o tornar moldável e de fraca opinião; com Crab Apple se um ideal de perfeição o minar; com Clematis, se usar "o Mundo da Lua" como escape; com Wild Rose, se tiver desenvolvido uma apática resignação; com Willow se houver ressentimento em relação à vida ou à sua própria pequenez"; com Gentian se a desilusão e o abatimento à menor contrariedade forem uma constante; com Gorse se a depressão e a falta de fé no futuro se tiverem instalado; com Mustard, se houver tristeza, com Centaury, se a sua natureza gentil e prestável esconder uma necessidade de se sentir útil, importante e necessário; Agrimony, se for escondido; etc. 

Oak

Para adolescentes que tendem a ser responsáveis, comprometidos, esforçados (até demais); que nunca não "dar parte fraca", desistem ou delegam.

De alguma forma, sofrem por ser "demasiado fortes", resistentes, competentes, responsáveis e até "maduros". Mas, no entanto, não vêem as suas próprias necessidades e limites e podem raiar a exaustão ou acidentar-se por ter desconectado das suas necessidades básicas. . Prestáveis, amáveis e resilientes, nada os manda abaixo.

Pela sua natureza, acabam carregando o peso do mundo nas costas, neste caso, o peso dos trabalhos de grupo, a responsabilidade de ajudar os amigos, de resolver os problemas e as dificuldades dos outros, etc.

Crab Apple

Para jovens que se sentem  muito incomodados ou até obsecados pela limpeza, pela ordem e pela perfeição, repudiando tudo o que não espelhe estes valores.

Na puberdade e adolescência, este é um floral frequentemente necessário, pois as mudanças físicas tendem a desconcertar os jovens, que se sentem frequentemente feios, sujos, imperfeitos e envergonhados pelos seus corpos.

Este floral ajuda a dissipar o ódio a si mesmos, a auto repulsa, nojo  ou condenação  e todas as questões de auto imagem, incluindo os transtornos alimentares, como a bulimia e a anorexia.

Qualquer imperfeição pode deixá-los realmente angustiados e obsessivamente inquietos até que de alguma forma a ordem regresse! Transformações físicas, borbulhas, barba, menstruação, pelos, alterações de peso ou mesmo um dia de cabelo rebelde podem causar níveis agudos de insatisfação, obsessividade e desespero.

Útil também para aqueles jovens cujo perfeccionismo se estende também para a sua vida quotidiana, e que procuram fazer tudo impecavelmente bem, não se contentando com menos que isso. 

Vine

Para o adolescente que revela uma tendência ao autoritarismo desmedido, à falta de empatia e a uma implacável e intimidante frieza de carácter.

E, apesar das excelentes capacidades de organização e liderança, peca por não lhe importar o que os outros sentem, apenas que sigam as suas ordens.

Mal canalizada, esta energia dominante e forte pode torná-lo um agressor, um bully ou alguém de mau carácter e pouca ética, que não olha a meios para atingir os seus fins.

Este floral ajudará a canalizar a sua energia liderante, a sua vontade férrea e a sua perspicácia desafiadora, de forma construtiva em vez de destrutiva.

Para jovens opositivos, desfiantes e confrontacionais, tanto na escola como em casa ou na sociedade.

Vervain

Jovens enérgicos, intensos e por vezes "destravados", a sua natureza entusiasta, intensa e "descalibrada" pode, por vezes, prejudicá-los.

Consumido pela sua inclinação ao excesso, tudo o que faz tende a ser num volume muito acima dos demais! Sua vida tem expressões e proporções mais ousadas e exageradas que a dos outros, para o bem e para o mal.

São opinativos e confrontam sem medo aquilo que acham estar errado. Adoram argumentar e convencer, são ativos e ativistas e têm um feroz sentido de justiça.

A sua intensidade pode ser divertida, enérgica e cativante, tanto quanto se pode expressar de forma bruta, descontrolada, cheia de drama, frustração e tensão.

 Hiperatividade.

Beech

Se houver no adolescente uma tendência a ser intolerante com as pessoas que a rodeiam, por achar que ele está certo e os outros errados. O que gera uma sentido crítico muito forte e uma clara dificuldade de lidar com outras formas de ser, fazer ou pensar.

Para jovens que são (ou estão a passar por fase de) irritabilidade, e que implicam, se sentem incomodados e explodem com facilidade.

Pode ser aquela jovem que não se coibe de dar a sua opinião, mesmo que esta seja parcial, crítica e magoe.

É sensível aos maneirismos e características dos outros. Tendo que fazer um esforço gigantesco para lidar com eles, sem incorreções e sem ofender ou magoar. 

Chicory

Se o jovem  for meigo, atento, amoroso e muito ligada aos pais, amigos ou namorad@, mas demonstrar sofrer quando não recebe o mesmo que dá, quando as suas mensagens, gestos atentos e cuidadosos não forem retribuídos "na mesma moeda". Não entende que o amor não é uma troca milimétrica e condicional. E sobretudo nos relacionamentos amorosos ou nas amizades torna-se possessivo, controlador, exigente, manipulador e carente.

Se necessário, incorrendo em comportamentos manipuladores motivados por carência e desejo de atenção.

Rock Water

Para adolescentes que sofrem por causa do seu desejo de alcançar a perfeição, o resultado mais elevado, e se colocam em situações de exigência e tensão extremas, sacrificando se necessário outros aspetos essenciais de uma existência saudável e equilibrada, como seja a socialização, a partilha, a comida, a diversão, etc.

Por exemplo, o adolescente que pratica com afinco um desporto federado e cumpre com máximo rigor todas as indicações do treinador.

Não se trata de uma "má" característica, mas pode gerar uma inflexibilidade e rigidez mental, que pode provocar tensão, stress, isolamento e outras agravantes.

Centaury

Se a generosidade, a bondade, a gentileza, a prestabilidade e o altruismo do jovem, lhe dificultar a capacidade de impor os seus limites, expressar as suas necessidades e se defender dos outros.

Se, por esta dificuldade, o jovem estiver a sofrer bullying.

O seu carácter de bonzinho e o seu gosto por ajudar podem levá-lo a tornar-se  subserviente, vulnerável e fácilmente usado, abusado e enganado pelos demais.

No fundo, tenta ser útil porque não se acredita passível de ser amado.

Para quem precisa aprender a dizer não aos outros e sim a si próprio,  a se nutrir e ter em consideração.

Walnut

Por excelência, um floral da infância e da adolescência, onde crescer implica mudar e ser desafiado constantemente pela mudança.

Ajuda a se adaptar a novas fases de vida, circunstâncias e contextos: mudanças físicas e hormonais da puberdade, novos contextos escolares, a ida para a universidade, o viver sozinhos enquanto estudam, o primeiro trabalho... e até ao fim da vida, sempre que o novo se apresentar e houver necessidade de se adaptar, flexibilizar e encaixar.

Se o jovem for determinado e ciente do que pensa, sente e quer, mas se deixar persuadir pelas opiniões dos outros e assim se afastar da sua própria opinião, este floral ajuda a  "impermeabilizar" contra a influência dos outros.

Holly

Para adolescentes que são (ou se têm mostrado) particularmente agressivas e de mau génio, ciumentos (com a sua cara metade, por exemplo), invejosos, raivosos, vingativos ou sentindo ódio.

De alguma forma, estas características expressam um coração ferido, o amor do avesso, a dificuldade em lidar com a sua própria vulnerabilidade quando confrontado com outras pessoas.

Se a agressividade chegar à prática, Vine e Cherry Plum devem ser contemplados.

WhatsApp Image 2023-09-09 at 18_edited.jpg

Agrimony

Para jovens risonhos e alegres, que estão sempre "felizes" mas que escondem debaixo dessa fachada de "tá tudo bem" as suas verdadeiras emoções, preocupações, receios e agonias, das quais se envergonham.

Adolescentes que fazem demasiada gestão emocional, que "guardam mas não arrumam", quando na verdade precisavam de pôr para fora para compreender e ao compartir deixar passar.

Porém, ao "engolir" tudo isso, acabam por descompensar (por quanto é dificil fazer gestão emocional)  e acabam por procurar formas de compensação, seja através de comportamentos compulsivos (comida, jogos de vídeo, tabaco, etc) ou somatizando doenças, tics nervosos, etc.

 

 

 

Rescue Remedy®

Para quando a adolescente perde o seu centro, a sua serenidade, ao se deparar com um imprevisto, um choque, um trauma ou uma situação que provoca agitação

Normalmente mais intensos no seu sentir, confusos no seu agir e à procura do seu pensar e da sua forma de estar no mundo, a inquietação adolescente pode beneficiar muito do Rescue Remedy®.